Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Fato Relevante - Petrobras atualiza premissas atuariais de seus Planos de Pensão e de Saúde

 

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS
Companhia Aberta

FATO RELEVANTE

Petrobras atualiza premissas atuariais de seus Planos de Pensão e de Saúde
 
Rio de Janeiro, 4 de fevereiro de 2005 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica aos senhores acionistas e investidores em geral que a Diretoria Executiva aprovou, a partir de estudos técnicos especializados, a atualização das premissas atuariais do Plano de Pensão (Plano Petros) e do Plano de Saúde (Assistência Médica Suplementar - AMS) dos empregados e aposentados do Sistema Petrobras.

A revisão de premissas atuariais visa acompanhar a evolução do perfil da massa de empregados, aposentados e pensionistas, particularmente os aspectos biométricos avaliados através das tábuas de longevidade, entrada em invalidez e mortalidade de inválidos. Esta atualização busca, principalmente, aumentar a robustez dos planos de benefícios de forma adequá-los à maior expectativa de vida dos beneficiários.

O progressivo aumento da longevidade das pessoas tem reflexos diretos sobre o volume dos compromissos e obrigações estimados e provisionados com estes planos, que são apresentados em notas explicativas anexas as demonstrações contábeis da Companhia.

As atualizações aprovadas, nesta data, não geram impactos no resultado do exercício findo em 31 de dezembro de 2004. O Balanço Patrimonial da Companhia, então, apresentará em seu Passivo, um Saldo de Obrigações com o Plano de Previdência Complementar de R$ 1.114 milhões (R$ 772 milhões em 31 de dezembro de 2003).

Por outro lado, será apresentado, em Nota Explicativa, o valor de R$ 8.291 milhões, referente às Perdas atuariais não reconhecidas, será amortizado e registrado nos resultados de exercícios subseqüentes ao longo da expectativa de vida média dos participantes.

Cabe esclarecer que são Perdas atuariais não reconhecidas os valores apurados pela diferença entre a expectativa de atualização do valor liquido das obrigações, de acordo com as premissas atuariais e as variações efetivamente ocorridas.

Desta forma, estão sintetizados, no quadro abaixo, os valores registrados nas Demonstrações Contábeis e respectivas Notas Explicativas referentes aos planos de previdência complementar e de saúde:
 
                             Compromisso com Plano de Pensão – R$ Milhões
  2004 com
atualização de
premissas
2003 Variação
Valor presente das obrigações
Valor dos ativos do plano
Valor líquido das obrigações
(30.487)
21.082
(9.405)
(22.445)
18.425
(4.020)
(8.042)
2.657
(5.385)
Perdas atuariais não reconhecidas 8.291 3.248 5.043
Saldo líquido das obrigações no passivo (1.114) (772) (342)
Despesa do exercício seguinte 1.655 665 990
 
                                   Compromisso com Plano de Saúde – R$ Milhões
  2004 com
atualização de
premissas
2003 Variação
Valor Presente das obrigações
Perdas atuariais não reconhecidas
Saldo líquido das obrigações no passivo
(10.648)
5.010
(5.638)
(8.780)
4.316
(4.464)
(1.868)
694
(1.174)
Despesa do exercício seguinte 1.694 1.477 217

A Petrobras com esta medida, demonstra seu empenho no equacionamento e no aperfeiçoamento técnico de seu modelo de previdência complementar e de saúde do Sistema Petrobras, em consonância com as recomendações dos especialistas do assunto e preocupações dos órgãos reguladores, garantindo total transparência na condução de seus negócios em linha com os interesses de seus empregados e acionistas.
 
José Sergio Gabrielli de Azevedo
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras

 



 

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS
Companhia Aberta

FATO RELEVANTE

Petrobras atualiza premissas atuariais de seus Planos de Pensão e de Saúde
 
Rio de Janeiro, 4 de fevereiro de 2005 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica aos senhores acionistas e investidores em geral que a Diretoria Executiva aprovou, a partir de estudos técnicos especializados, a atualização das premissas atuariais do Plano de Pensão (Plano Petros) e do Plano de Saúde (Assistência Médica Suplementar - AMS) dos empregados e aposentados do Sistema Petrobras.

A revisão de premissas atuariais visa acompanhar a evolução do perfil da massa de empregados, aposentados e pensionistas, particularmente os aspectos biométricos avaliados através das tábuas de longevidade, entrada em invalidez e mortalidade de inválidos. Esta atualização busca, principalmente, aumentar a robustez dos planos de benefícios de forma adequá-los à maior expectativa de vida dos beneficiários.

O progressivo aumento da longevidade das pessoas tem reflexos diretos sobre o volume dos compromissos e obrigações estimados e provisionados com estes planos, que são apresentados em notas explicativas anexas as demonstrações contábeis da Companhia.

As atualizações aprovadas, nesta data, não geram impactos no resultado do exercício findo em 31 de dezembro de 2004. O Balanço Patrimonial da Companhia, então, apresentará em seu Passivo, um Saldo de Obrigações com o Plano de Previdência Complementar de R$ 1.114 milhões (R$ 772 milhões em 31 de dezembro de 2003).

Por outro lado, será apresentado, em Nota Explicativa, o valor de R$ 8.291 milhões, referente às Perdas atuariais não reconhecidas, será amortizado e registrado nos resultados de exercícios subseqüentes ao longo da expectativa de vida média dos participantes.

Cabe esclarecer que são Perdas atuariais não reconhecidas os valores apurados pela diferença entre a expectativa de atualização do valor liquido das obrigações, de acordo com as premissas atuariais e as variações efetivamente ocorridas.

Desta forma, estão sintetizados, no quadro abaixo, os valores registrados nas Demonstrações Contábeis e respectivas Notas Explicativas referentes aos planos de previdência complementar e de saúde:
 
                             Compromisso com Plano de Pensão – R$ Milhões
  2004 com
atualização de
premissas
2003 Variação
Valor presente das obrigações
Valor dos ativos do plano
Valor líquido das obrigações
(30.487)
21.082
(9.405)
(22.445)
18.425
(4.020)
(8.042)
2.657
(5.385)
Perdas atuariais não reconhecidas 8.291 3.248 5.043
Saldo líquido das obrigações no passivo (1.114) (772) (342)
Despesa do exercício seguinte 1.655 665 990
 
                                   Compromisso com Plano de Saúde – R$ Milhões
  2004 com
atualização de
premissas
2003 Variação
Valor Presente das obrigações
Perdas atuariais não reconhecidas
Saldo líquido das obrigações no passivo
(10.648)
5.010
(5.638)
(8.780)
4.316
(4.464)
(1.868)
694
(1.174)
Despesa do exercício seguinte 1.694 1.477 217

A Petrobras com esta medida, demonstra seu empenho no equacionamento e no aperfeiçoamento técnico de seu modelo de previdência complementar e de saúde do Sistema Petrobras, em consonância com as recomendações dos especialistas do assunto e preocupações dos órgãos reguladores, garantindo total transparência na condução de seus negócios em linha com os interesses de seus empregados e acionistas.
 
José Sergio Gabrielli de Azevedo
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras
Última atualização em 

Close