Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Petrobras obtém bloco exploratório em leilão na Nigéria

Rio de Janeiro, 30 de agosto de 2005 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que obteve esta semana em leilão internacional promovido pelo governo da Nigéria (no Oeste da África), um bloco exploratório – o OPL 315 –, na condição de operadora, em águas profundas nigerianas. A Companhia apresentou proposta vencedora no valor de US$ 180 milhões de bônus, com 45% de participação, em parceria com as empresas Statoil (outros 45%), da Noruega, e com a nigeriana Ask Petroleum System (10%), atendendo às regras do leilão.

O bloco OPL 315, com área de 1.030 quilômetros quadrados, situa-se na região noroeste da bacia do Delta do Rio Níger, em águas de 1000 a 2000 metros de profundidade, geograficamente próximo da cidade de Lagos, em ambiente geológico similar ao de campos petrolíferos gigantes como Bonga e Erha, e ao do campo de Abo, já em produção. No leilão, denominado Nigeria 2005 Bid Round, foram ofertados cerca de 65 blocos em várias das bacias sedimentares do país.

A Petrobras já participa da Exploração petrolífera na Nigéria, posicionada em uma área-foco no setor de águas profundas, onde detém participações nos blocos OPL 216, 246 e 324, neste último também na condição de operadora.

Nos blocos OPL 216 e 246, participou da descoberta dos campos petrolíferos gigantes de Akpo e Agbami, que a partir de 2008 deverão entrar em produção, tornando a Petrobras Nigéria uma das maiores produtoras do Sistema Petrobras fora do Brasil.

A ativa participação da Empresa nesta licitação está em sintonia com as prioridades definidas no Plano Estratégico da Petrobras, dentre elas a de atuação em águas profundas e ultraprofundas na costa Oeste da África. Ao conquistar mais esta posição como operadora na Nigéria, a companhia reafirma sua disposição de ampliar suas atividades no disputado mercado offshore do Delta do Níger, consolidando a presença da Petrobras na região.

Última atualização em 

Close