Petrobras. Relacionamento com Investidores

Petrobras

Relações com Investidores

Projeto Gasoduto Urucu-Coari-Manaus e do Gasoduto Urucu-Coari

Rio de Janeiro, 1 de dezembro de 2005 – PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA], uma companhia brasileira de energia com atuação internacional, comunica que a Diretoria Executiva aprovou a contratação de um empréstimo ponte no valor de R$ 800 milhões, dando continuidade à estruturação financeira dos projetos do Gasoduto Urucu-Coari-Manaus e do duto para Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) Urucu-Coari a ser concedido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) à sociedade de propósito específico Transportadora Urucu Manaus S/A, responsável pelos dois projetos.
 
O gasoduto Urucu-Coari-Manaus, de importância estratégica, irá escoar cerca de 5,5 milhões de m3/dia de gás natural. O gás será consumido, em grande parte, por termelétricas convertidas de óleo para gás em função da sua maior racionalidade econômica e ambiental. Uma outra parcela do produto será destinada ao atendimento às indústrias, residências e à frota de veículos movidos a gás em Manaus e ainda em sete municípios ao longo de seu traçado.
 
A construção do duto Urucu-Coari tem por finalidade permitir o escoamento do gás liquefeito de petróleo (GLP) produzido nas Unidades de Processamento de Gás Natural (UPGN), em Urucu, até o terminal fluvial da Petrobras (TESOL), em Coari. Atualmente, o GLP vem sendo transportado através do trecho existente do gasoduto, entre Urucu e Coari, que precisará ser liberado para voltar a ser utilizado para o transporte de gás natural quando da conclusão do novo trecho Coari-Manaus.
 
Os investimentos relacionados a este projeto estão contemplados dentro do recentemente aprovado plano de negócios da Petrobras para o período 2006-10, e todas as iniciativas se enquadram dentro da estratégia da Companhia de desenvolver e liderar o mercado brasileiro de gás natural, através da constituição de uma rede básica para seu transporte, assegurando a colocação do gás natural da Petrobras, atuando de forma integrada, e monetizando suas reservas

O Contrato de Financiamento será assinado na próxima segunda-feira dia 5 de dezembro na sede do BNDES, e representa uma antecipação de um financiamento de longo prazo junto àquele Banco com previsão de conclusão em meados de 2006.

Última atualização em 

Close