Relacionamento com Investidores

Produção de Petróleo e Gás Natural em Março


Rio de Janeiro, 16 de abril de 2015 – Petróleo Brasileiro S.A. – A Petrobras informa que sua produção de petróleo e gás natural no Brasil e no exterior, em março de 2015, foi de 2 milhões 764 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), 1,3 % inferior ao patamar registrado em fevereiro de 2015 (2 milhões 801 mil boed).

Desse total, 2 milhões 574 mil boed foram produzidos no Brasil e 189,9 mil boed no exterior. A produção de 2 milhões 764 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) é superior em 8,3% ao volume produzido em março de 2014, de 2 milhões 551 mil boed.

Produção de óleo e gás no Brasil

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil, em março, foi de 2 milhões 574 mil boed, 1,4% inferior ao patamar registrado em fevereiro (2 milhões 612 mil boed), e 10,4% superior à produção de março de 2014 (2 milhões 331 mil boed).

A produção total de petróleo e gás natural operada pela Petrobras no Brasil - que inclui a parcela operada para as empresas parceiras - foi de 2 milhões 834 mil boed, 0,7% inferior ao patamar registrado em fevereiro (2 milhões 854 mil boed).

A produção exclusiva de petróleo da Petrobras no Brasil foi de 2 milhões 108 mil barris por dia (bpd), 1,8% abaixo da produção de fevereiro, de 2 milhões 146 mil bpd.

A produção de petróleo operada no país foi de 2 milhões 297 mil de bpd, 0,9% inferior à do mês anterior (2 milhões 319 mil bpd).

A redução no volume produzido em março deveu-se, principalmente, à parada temporária da plataforma P-58, que entrou em operação em 17 de março de 2014 e passa por fase final de testes e ajustes de seus sistemas de produção. De 18 de março a 8 de abril de 2015, a Petrobras
paralisou a produção da unidade para fazer manutenções preventivas e melhorar a eficiência operacional de alguns sistemas, cumprindo as normas vigentes e determinações da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A produção própria de gás natural no Brasil, excluído o volume liquefeito, foi de 74 milhões de m³/dia em março, mantendo o mesmo patamar do mês anterior.

A produção de gás sem o volume liquefeito, incluindo a parcela das empresas parceiras, atingiu 85,5 milhões de m³/dia.

O aproveitamento do gás produzido continuou em patamares elevados, atingindo 95,9% no mês de março.

Produção do pré-sal em março aumenta 70% em relação ao mesmo período de 2014

Em março de 2015, a produção operada pela Petrobras na camada pré-sal das bacias de Santos e Campos – que inclui a parcela operada para as empresas parceiras – bateu novo recorde, com uma média mensal de 672 mil barris de petróleo por dia (bpd), 0,5% acima do recorde anterior, de 669 mil bpd, em janeiro de 2015. Esse volume representa um crescimento de 70% em relação à produção de março de 2014, que foi de 395 mil bpd.

Tecnologia inovadora no pré-sal - A Petrobras pôs em operação no último dia 26/03 o primeiro riser (duto ascendente) instalado no pré-sal da Bacia de Santos com o conceito Steel Lazy Wave Riser (SLWR). Trata-se de um duto de aço equipado com um conjunto de flutuadores que determinam a formação de uma configuração em corcova num determinado trecho do equipamento, visando amortecer impactos dos movimentos da plataforma de produção.

Esta é uma das tecnologias que compõem o conjunto de inovações aplicadas pela Petrobras no pré-sal e reconhecidas pelo Prêmio OTC (Offshore Technology Conference) 2015, conferido à empresa de petróleo e gás que mais contribuiu para o desenvolvimento tecnológico da indústria offshore mundial.

O SLWR foi instalado no poço 7-SPH-007, em lâmina profundidade d’água de 2.140 metros, profundidade recorde para este tipo de aplicação. O equipamento interliga o poço 7-SPH-007 ao navio-plataforma Cidade de Ilhabela, na porção Norte do campo de Sapinhoá, no pré-sal da Bacia de Santos. Esse poço tem registrado a maior produção por poço na camada pré-sal, com uma vazão em torno de 40 mil barris por dia.

Produção no exterior

No exterior foram produzidos, no mês de março, 189,9 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), 0,6 % acima dos 188,7 mil boed produzidos no mês anterior.

A produção média de óleo em março, de 101,9 mil barris de óleo por dia (bpd), ficou 1,6% acima dos 100,4 mil bpd produzidos no mês anterior devido, principalmente, à entrada em produção dos novos poços produtores nos campos de Saint Malo e Lucius, nos Estados Unidos.

A produção média de gás natural no exterior, excluído o volume liquefeito, foi de 15 milhões m³/d, mantendo-se estável em comparação ao volume produzido no mês de fevereiro, que foi de 15 milhões e 16 mil m³/d.

 


 

 
 

 

A Petrobras é signatária do Pacto Global da ONU desde 2003 Petrobras adere ao Pac to Global da ONU